Em busca do bom, bonito e barato!

Capricciosa – Parque das Nações

Fomos jantar ao Capricciosa a propósito do aniversário de uns amigos que são verdadeiros apreciadores de pizza, visto que praticamente qualquer jantar organizado por eles pressupõe, como prato principal, a pizza. Pessoalmente, especialmente depois de certa viagem a Itália, desconfio sempre bastante das pizzas cá do burgo, ainda mais de cadeias de restaurantes industriais (no sentido em que são constituidas por vários restaurantes todos iguais, franchises ou de grandes grupos económicos).

O espaço em si tem de se admitir que é agradável, dentro dos tons brancos e vermelhos. A vista sobre o forno e os pizzaiolos embora já não seja orginal fica sempre bem. Um espaço destas dimensões quando está cheio é necessariamente barulhento, talvez tenha televisões a mais (pelo menos 4). No âmbito geral é agradável e bastante apropriado para jantar de grupos. O estacionamento é oferta (se demorara menos de 2h) no parque das Tágides que está a 50 metros do restaurante.

Chegados temos as típicas azeitonas temperadas que não estavam nada de especial, mas até souberam bem tal era a fome da família, os gressinos também foram rapidamente devorados. Pedimos uma bruschetta, que só veio ao 3º. pedido (é algo que já estamos habituados no Capricciosa) , contudo estava agradável. Obviamente que óptamos por pizza, um calzone e para beber sangria. A pizza de massa fina e crocante é bastante agradável, tavez uma das melhores em Lisboa, já o calzone não estava à altura do normal, poderia ser um pouco maior e estava com a massa um pouco queimada. A sangria parecia sumo 🙁

Uma nota ainda para o atendimento que desta vez não foi tão mau como de costume, mas sem capricho nenhum. Curiosamente, a comida não estava tão boa como de costume (será que estão a equilibrar na média? ).

O preço nos dias que correm poderá considerar-se justo.

Resumo
Custo médio por pessoa: 15 euros
Comida: Bom
Atendimento: Sofrivel

Mapa



Deixar uma resposta