Categoria: Marisqueira

Jardim do Marisco – Jardim do Tabaco

O mundo dos descontos não se resume apenas ao Groupon, também existe o Lets Bonus, e foi com um papel (perdão…cupão) na mão deste site que chegámos a este restaurante. No valor de 35 euros podiamos consumir 70 euros do menú.

O Jardim do Marisco, fica situado na Doca do Jardim do Tabaco, junto a Santa Apolónia do lado do rio. O estacionamento é fácil pois a Doca tem parque próprio. Trata-se obviamente de um restaurante de mariscos, mas pelo menos à noite tem tudo menos o típico ambiente de marisqueira. É muito mais calmo, sem televisão, mas muito escuro (demasiadamente escuro na nossa opinião), praticamente sem luzes, a iluminação é assegurada apenas por umas colunas a gás que cumprem mal a função de iluminação, além disso tambem não cumpriam no aquecimento da ampla sala de mármore, pois estava frio. Provavelmente o objectivo será criar um ambiente intimista e romântico, no entanto não resulta….imagine-se encasacado por causa do frio, com dificuldade em ver a sua companhia e com o martelo do marisco não mão… pois…. é tudo menos um cenário romântico.

Na mesa, para petiscar avançámos para as Ameijoas à Bolhão Pato, estavam boas mas mal servidas, uma Sapateira que se destacava claramente pela positiva, Camarão de Espinho (aquele tipo mini-camarão), e Percebes.  Como fomos com o intuito de comer marisco, continuámos no mesmo registo e a escolha foi fácil, o Pratão de Mariscos, trata-se basicamente uma selecção de mariscos com um pouco de tudo, desde Ostras, Percebes, Lagosta, Camarão,  Sapateira, Caranguejo, etc… e na verdade se em termos de quantidade facilmente consideramos adequada, já na qualidade alguns dos mariscos não se apresentavam tão frescos como o desejado. Obviamente que tudo isto foi muito bem acompanhado pelo vinho branco fresquinho (BSE), pão, tostas e manteiga. No final para “sobremesa” uma Salada de Polvo Vinagrete, absolutamente mediana e os Mexilhões à Espanhola que estavam realmente bons e se destacaram pela positiva.

Nota também positiva para o atendimento, eficiente e simpático e além disso  “aturaram-nos” até bastante tarde e não fomos pressionados para sair. Menção negativa para o preço, que teria subido para valores muito altos não fosse o desconto utilizado. Obviamente que estamos a levar em conta que uma mariscada não é propriamente uma refeição barata, mas comparando com outras opções dentro do género os preços podiam ser menos pesados para a carteira.

Resumindo, não saimos mal, mas também não saimos especialmente bem impressionados, particularmente em termos da relação custo/qualidade. Poderá eventualmente ser uma opção válida durante o Verão para usufruir da esplanada à beira-rio.

Custo: acima da média dentro do género, vai disparando conforme se vai consumindo marisco
Comida: algum marisco não estava especialmente fresco
Atendimento:  eficiente e simpático qb

Mapa

Marisqueira Luminosa – Av. Almirante Reis

Esta marisqueira fica na Almirante Reis, praticamente em frente do Annapurna (uma agradável surpresa), e a pouco mais de 100 metros do Café Império (que foi uma desilusão). Portanto, a não existência de um padrão ali da zona, levou-nos lá sem qualquer tipo de expectativas (pré)formadas.

É a típica marisqueira à antiga portuguesa, luzes brancas fortes, mesas cobertas com folhas de papel, balcão amplo e o aquário perto da entrada com lagostas, lavagantes, sapateiras e afins. Não é um espaço de design, mas também não nos sentimos lá mal.

O menú também é o típico das marisqueiras/cervejarias com vários petiscos, bitoques, pratos do dia e é claro os mariscos a peso. Optámos pelos petiscos, umas ameijoas à bulhão pato e uns camarões à guilho. As ameijoas estavam sem dúvida boas, boa matéria prima e confecção, aprovado. Já os camarões, efectivamente pode-se considerar bem servido, mas numa marisqueira e num petisco de camarão apresentarem o prato à base de miolo de camarão congelado (aqueles que se utilizam para complemento de saladas, arroz, etc) não está aprovado. Para acamar finalizamos com um prego no pão, conforme se quer, apenas uma passagem suave pelo lume para manter a carne tenra e macia (e depois nós tratamos de carregar com “quilos” de mostarda).

Isto bemregado com  meia garrafa de vinho branco Muralhas bem fresca (um valor seguro), e umas imperiais (ou finos no Norte). Diga-se de passagem que as imperiais, a simples e singela cerveja a pressão estava no ponto, mesmo boa. É incrivel como nas marisqueiras normalmente a cerveja vem assim, e sabe mesmo bem, e noutros locais por vezes ou é a espuma, ou a temperatura, ou copo, ou qualquer coisa…será assim tão complicado apresentar a imperial como aqui?

O atendimento foi o normal, simples e simpático qb. Relativamente ao preço, numa marisqueira é sempre complicado aferir um valor médio de refeição, tudo depende do que se vai comer, porque desde o prato do dia ou do bitoque até à lagosta vai uma diferença abismal. Mas por comparação com outros restaurantes da especialidade podemos dizer que o preço é um pouco a cima da média, mas nada de especial.

Custo: gastámos 25 euros por pessoa, mas como em todas as marisqueiras depende muito do que se come. Por comparação um pouco acima da média.
Comida: entre o bom (ameijoas/prego) e o fraco (camarões)
Atendimento:  cumpridor, simpático qb

Mapa