Etiqueta: arroz thai

Café do Rio – Rua da Alfândega

O Café do Rio, é uma hamburgueria gourmet que abriu à relativamente pouco tempo em Lisboa. O adjectivo “gourmet” é algo que nos últimos tempos nos leva a desconfiar, pela forma como é usado e abusado por estabelecimentos e produtos perfeitamente banais como uma mera artimanha de valorização sem qualquer correspondência à realidade.  Será este o caso e mais vale ir ao MacDonalds? Foi o que fomos descobrir…

Situado na rua da Alfândega, junto ao Campo das Cebolas, provavelmente onde outrora existiria mais uma antiga tasca à moda portuguesa, nota-se que o espaço foi remodelado com bom gosto e o resultado final é agradável, tons claros, lustres bonitos, uma parede rústica aproveitando a traça antiga. O senão? As mesas demasiado próximas umas das outras e a interferência dispensável no ambiente da televisão.

O menú é composto por uma enorme variedade de hambúrgueres, para todos os gostos e feitios desde o típico de carne de vaca com queijo até aos hambúrgueres de inspiração cultural, o hambúrguer japonês (com picante Wasabie e alga Wakame), indiano (com molho indiano Massala), mexicano, parisiense, nova-iorquino, etc… apresentando também várias opções vegetarianas e de peixe! Com tantas opções pode tornar-se complicado para os indecisos…

Escolhemos o hambúrguer Millet, uma opção vegetariana à base de trigo, e o hambúrguer  Mediterrânico, com carne de vaca biológica, queijo, cogumelos grelhados, rodelas de tomate e cebola. Para beber optámos pelo vinho tinto a copo (é com prazer que verificamos que há cada vez mais estabelecimento a aderirem a esta modalidade). Ambos os pratos têm boa apresentação, com o arroz thai a acompanhar os hambúrgueres, os molhos e condimentos a conjugarem muito bem. Ambos estavam muito bem conseguidos, e se opções não faltam, efectivamente qualidade também não. As porções são adequadas, por vezes o conceito Gourmet também está associado a quantidades reduzidas, mas não é o caso aqui no Café do Rio.

A referência habitual para o atendimento, competente e simpático (nada a assinalar) e para o preço justo, considerando a qualidade podemos considerar até económico os 14 euros por pessoa (pontualmente um pouco menos, em função das bebidas e sobremesas) de média.

Em conclusão, a resposta à pergunta, se mais vale ir ao MacDonalds? Nem pensar, semelhanças são meras coincidências…. Sem dúvida que é um dos melhores sitios para comer hambúrgueres em Lisboa. Recomendado.

Custo: 14 euros por pessoa (bom, bonito e com um preço muito razoável)
Comida: boa qualidade e variedade impressionante de opções
Atendimento:  competente e simpático

Mapa

Banthai – Alcântara

O Banthai é um restaurante Tailandês, situado no empreendimento Alcântara-Rio mesmo junto ao final da Av. Ceuta. O estacionameto é uma tarefa relativamente fácil, embora quem tenha mais dificuldade tem um parque de estacionamento público na Rua das Fontainhas.

Este tipo de restaurante é sempre uma incógnita, nunca se sabe se é um restaurante chinês reconvertido do dia para a noite como forma de revitalizar o negócio e onde o menu tem nomes exóticos mas sabe tudo a chinês.  Felizmente não é esse o caso do Banthai, desde o momento em que entramos que se percebe claramente que estamos perante um verdadeiro restaurante tailandês.

A decoração é bastante agradável e transporta-nos para um ambiente tipicamente oriental. As mesas estão suficientemente separadas o que torna um bom local para um calmo jantar a dois.

Agora a parte mais importante, que é obviamente a ementa. Enquanto escolhiamos o prato principal devorámos as entradas Durian Tod e Knom Pung Mod que é como quem diz fatias de um género de maçã frita e pão frito com ovo e carne de porco picada condimentada. Escolhemos um pouco à sorte como é normal neste género de restaurante, Pad Ped e Gung Lui Suan que de acordo com a ementa é pato grelhado com pasta de caril e camarão grelhado com picante. Para beber 4 cervejas (os condimentos a funcionar). Falando em picante, na ementa é assinalado o nivel de picante, é de assinalar que os pratos em geral são (bem) condimentados, mas nunca como nos pratos mais fortes dos restaurantes indianos. Os pratos são acompanhados com arroz thai, que vem propositadamente um pouco colado. A comida estava deliciosa, uma rica mistura de sabores, texturas e condimentos. Não sobrou nada. A meio da refeição ainda tivemos a possibilidade de assistir a uma demonstração de dança tailandesa interpretada por uma empregada trajada a rigor.

Para rematar um gelado Banthai que como não podia deixar de ser também leva arroz. Não se pode dizer que seja mau, antes pelo contrário, é bom, mas nas sobremesas não há nada que chegue à portuguesissima mousse de chocolate.

Como não há bela sem senão, o calcanhar de Aquiles do Banthai é o preço que se pode considerar um pouco elevado mesmo se considerado em termos de relação custo/benefício. É portanto, aconselhavel sobretudo se tivermos com tempo para desfrutar calmamente da refeição.

Resumo
Custo médio por pessoa: 25 euros
Comida: Bom
Atendimento: Eficiente

Mapa