Etiqueta: Couscous Kofta

Pedro das Arábias – Bairro Alto

O restaurante Pedro das Arábias fica situado no coração do Bairro Alto na Rua da Atalia, portanto escusado será dizer que (especialmente às Sextas e Sábados) os acessos e o estacionamento perto é uma miragem. O Bairro Alto não é uma zona que nos seduza particularmente, além da normal dificuldade no acesso, a decadência dos edificios e das fachadas, uma certa “fauna” que por lá anda, tudo isso seria dispensável… no entanto a oferta cultural, gastronómica e de bares e discotecas torna este pitoresco bairro incontornável.

Assim, depois de um espectáculo (fraquinho) no teatro da Trintade e de um prévio aquecimento na cervejaria da Trindade avançámos cheios de fome para este restaurante de comida do Norte de África. À entrada o acolhimento é muito bom, com o Pedro das Arábias em jallaba a sentar-nos prontamente. Impressionante a capacidade de memória do Pedro que ainda se lembrava do telefonema da reserva e da última vez que lá jantámos (isto há um bom par de anos).

A sala é relativamente pequena, o que conjugado com a luz suave propicia um ambiente intimista. A música ambiente e as tagines são as poucas referências à cultura árabe, e é pena porque o universo árabe e especialmente magrebino têm tantos e tantos objectos propícios à decoração de um restaurante…

As entradas são interessantes, pão marroquino, umas azeitonas (umas mais picantes que outras), beringela com yogurte e umas rodelas de cenouras, mas mais uma vez, ficam bastante aquém da verdadeira experiência marroquina, visto que um dos fortes é efectivamente as entradas (especialmente na diversidade da oferta).

Para pratos principais escolhemos o típico Couscous com carne picada e especiarias e uma Tagine de frango temperado com limão. Os pratos estavam medianos, infelizmente não se pode dizer que estavam deliciosos, mas também não estavam maus. De assinalar que as porções são bastantes generosas e que pelo menos em quantidade se come bem. Acaba por não ser uma surpresa, visto ser um padrão que se repete neste restaurante, dar um “cheirinho” de graça marroquina/meditêrranica e depois não concretizar a 100%.

Concluindo, vale a pena ir pontualmente para matar as saudades de uma viagem (que foi épica) a Marrocos. A comida podia ser muito melhor, e o ambiente muito mais elaborado e agradável, por outro lado o atendimento é muito simpático. Deixa-nos com água na boca porque é um conceito que merecia mais.

Custo médio por pessoa: 20 euros
Comida: Razoável
Atendimento: Muito simpático

Nota: o restaurante Pedro das Arábias fechou, e no seu lugar abriu um restaurante de comida portuguesa, quem procura comida marroquina tem esta alternativa no parque das Nações.

Mapa