Etiqueta: pão de alho

Bella Mia – Alameda dos Oceanos

Desta vez fomos a mais uma pizzaria na zona do Parque das Nações (parecem cogumelos), a Bella Mia. É uma pizzaria situada na Alameda dos Oceanos na zona Sul do Parque das Nações, junto à torre Galp, que praticamente passa despercebida. O estacionamento é relativamente fácil, embora se quisermos ficar mesmo perto é necessário ser um pouco “imaginativo”.

O ambiente do restaurante funciona melhor de dia do que noite, a iluminação é muito agressiva, no entanto não se pode considerar que seja um espaço desagradável, aliás longe disso, apenas falta algum refinamento.

Passando ao fundamental, arrancámos com um pão de alho e uma bruschetta, melhor a bruschetta. Atenção que o pão de alho que também não era nada mau mas vem para o mal servido (é mesmo uma fatia de pão para uma pessoa). Para prato principal escolhemos uma pizza Bella Mia e uma massa Tagliatelle com cogumelos, para beber um jarro de vinho branco da casa. Enquanto estavamos à espera, não sei qual a razão mas cai sempre bem, fomos brindados (todas as mesas) com a oferta de umas fatias de massa de pizza com sal.

O tempo de espera foi aceitável e quer a pizza quer a massa estavam realmente bons, a massa ao ponto “al dente” com um molho muito bem conseguido e a pizza relativamente bem servida e também com ingredientes e confecção superior à média. Para rematar uma mousse de leite condensado (aka baba de camelo).

A referência do costume para o atendimente, que foi muito simpático e eficiente. No global este restaurante foi uma agradável surpresa, e mostra como sendo pequeno é possivel conquistar o seu próprio espaço mesmo convivendo com vizinhos grandes (Caprichosa, Dicasa, La Rucula, etc).

Resumo

Custo médio por pessoa: 13 euros por pessoa, preço adequado
Comida: Bom
Atendimento: Muito simpático

Mapa

La Rúcula – Parque das Nações

O La Rúcula é mais um restaurante italiano da capital. Fica situado numa zona nobre do Parque das Nações, junto ao Pavilhão Atlântico e ao Oceanário de Lisboa. Chegados, somos prontamente encaminhados para uma mesa na ampla sala, aconchegada pelo forno ao canto. O espaço entre as mesas é desafogado e conta com uma decoração simples e agradável, mas a cereja em cima do bolo é a esplanada e a bela vista sobre a doca dos Olivais.

O pedido foi perfeitamente normal, uma Pizza da casa, um Calzone e pão de alho. Enquanto esperavamos pelas pizzas devorámos o pão de alho, mais pela fome do que propriamente pela iguaria, visto que não se pode considerar mais do que razoável. As pizzas seguem mais ou menos a mesma linha, cumprem sem deliciar. A comida não é má, mas também não é particularmente boa, muito menos espectacularmente deliciosa (que sempre a esperança quando se vai pela primeira vez a um restaurante).

Nota ainda para o preço, que no nosso ponto de vista é demasiado elevado, visto que a maior parte das pizzas rondam os 12 euros, mais bebida e gressinos elevam o preço por cabeça para uns 15 euros. Com vinho e sobremesas a média sobe facilmente para uns nada simpáticos 25 euros por pessoa.

Resumindo, é um local que vale sobretudo pela esplanda bastante aprazível sobre a doca dos Olivais, o preço é elevado e não acrescenta nada de relevante ao panorama de pizzarias (perdão restaurantes Italianos) em Lisboa. Se o critério for o da comida existem outras opções no Parque das Nações que apresentam uma relação custo/benefício muito melhor.

Resumo

Custo médio por pessoa: 15 euros por pessoa
Comida: nivel bastante razoável
Atendimento: Eficiente

Mapa

Sapore – Av. Sidónio Pais

Depois de umas horas muito bem passadas na feira do livro em Lisboa (altamente aconselhável uma visita especialmente com crianças), a barriga começou a dar horas e optámos por escolher um restaurante mesmo ali ao pé, o Sapore. É um restaurante italiano super simples alí no final da Av. Sidónio Pais, junto ao Marquês de Pombal. O conceito passa por um restaurante básico e preços convidativos. Dispõe de uma esplanda onde sabe bem usufruir de uma brisa fresca nos dias quentes de Verão.

Escolhemos um bife, uma pizza 4 estações, pão de alho e salada. O pão de alho é uma agradável surpresa, simples e eficáz. O bife é bem servido, mas não se trata de nenhuma especialidade, as batatas fritas estavam um pouco rançosas e ficaram lá quase todas, mas também ninguém saiu com fome. A pizza é bastante boa, não sendo a melhor pizza que já comemos, está claramente acima da expectativa para este género de restaurante (comida rápida e bom preço). Considerando que todos os items são servidos em doses razoáveis e o preço, o Sapore tem uma relação preço qualidade muito aceitável mesmo, e prova que não é necessário gastar este mundo e o outro para ter uma refeição agradável mesmo no centro de Lisboa. Nota ainda para o atendimento, também ele simples e eficaz.

Resumo

Custo médio por pessoa: 7.5 euros por pessoa (pizzas e massas)
Comida: Boa
Atendimento: Eficaz

Mapa