Etiqueta: sangria de espumante

Guilty by Olivier – Avenida

A última novidade do chef Olivier fica situada na Rua Barata Salgueiro, bem perto da Avenida da Liberdade. Tem um mote “Casual Food with a Twist” que se poderá traduzir para qualquer coisa como “Comida normal com um toque especial”, fomos lá confirmar se tem esse toque especial ou não.

O conceito é relativamente original, é um mix de bar e restaurante. Recriando um ambiente cosmopolita, tem um look industrial com ferro e madeira, o bar, dj e cozinha estão integrados harmoniosamente, mas o toque especial é mesmo a parede lateral forrada com centenas (milhares?) de placas de madeira provenientes de caixas de vinho com os respectivos logotipos. Resultado do mix restaurante/bar existem algumas concessões em termos de funcionalidade, por exemplo a iluminação das mesas é bastante reduzida por forma a não destoar com o bar. No cômputo geral tem de se admitir que o espaço está muito bonito.

O menú é muito simples, pizzas, hambúrgueres e saladas. Para entrada optámos por um carpaccio de polvo, bom e servido em quantidade generosa, o melhor da refeição. Para prato principal, fomos seduzidos pelos hambúrgueres e para acompanhar um clássico dos espaços IN, sangria de espumante. Os hambúrgueres são de boa qualidade, carne de picanha de boa qualidade no pão (mudam os acompanhamentos, recheio e molhos conforme a opção) e guarnição de batata frita. O resultado final? Bastante bom, provavelmente um dos melhores hambúrgueres que tivemos o prazer de devorar.

Nota para o serviço, está mais vocacionado para a eficiência do que propriamente para a simpatia, nota-se que cada elemento é apenas mais um dente da engrenagem e não existe qualquer tipo de esforço para ir um pouco mais à frente do que o serviço tipo linha de montagem.

A pergunta da praxe, aconselham o Guilty? Sim e não. Sim, é um espaço diferente, ideal para um jantar informal e despreocupado entre um grupo de amigos e depois ficar para o bar. Até pode ser que o mais destemido do grupo, teste a sua capacidade e aceite o desafio Guilty, que consiste em comer o hambúrguer Guilty todo, se conseguir é oferta da casa e poupa 50 euros. O não, não recomendamos a ida a este restaurante, para um jantar calmo, ou romântico ou para quem não gosta de música ou ambientes agitados. É necessário considerar também que embora apresente a assinatura Olivier, não é propriamente um espaço Gourmet, afinal estamos a falar de pizzas, hambúrgures e saladas…

O preço é um pouco elevado, mas acaba por não ser proibitivo.

DSC00344 DSC00345 DSC00347 DSC00349

Custo: 25 euros por pessoa
Comida: Pizzas, hambúrgueres e saladas, boa qualidade
Atendimento: Eficiente mas pouco simpático

Mapa

Casa Mia – Sete Rios

Depois da desilusão que foi o Masstige, seguimos para o Casa Mia. Este era um restarante que já não iamos há algum tempo, porque ultimamente vinha a perder qualidade. Curiosamente foi uma agradável surpresa, e aparentemente um regresso aos bons velhos tempos.

O estacionamento ali nas imediações do restaurante é relativamente complicado, mas um pouco mais perto ou mais longe lá se consegue estacionar. Chegados ao restaurante, trata-se de um espaço para o pequeno, com uma decoração despretensiosa ao estilo italiano, com vários pormenores bem conseguidos como por exemplo as típicas toalhas aos quadrados vermelhos e brancons. O atendimento é eficiente e simpático qb.

As entradas, tostas e gressinos, queijo creme fresco, paté de frutos do mar, e carpaccio de polvo. Deliciosas as entradas e é necessário alguma contenção para não perder a fome (e manter a linha também). Para prato principal um prato de massa (Tagliatella a la Romana) e um prato de carne. Ambos os pratos estavam muito bons, a massa se não era massa fresca, parecia, e estava cozinhada al dente como manda a lei. Ao contrário de outros restaurantes (pseudo) italianos que não sabem cozinhar massa, aqui nota-se know-how. O bife também estava à altura do prato de massa, a carne tenra e bem condimentada. Para acompanhar uma sangria de espumante, fresca e doce.

Mais uma vez, nada de sobremesas (é necessário manter a linha para o Verão) e confesso que com as entradas e prato principal, já estavamos satisfeitos. O preço é um pouco mais elevado do que nos restaurantes italianos “em série” (Ex: Capriciosa, Di Casa, etc) mas vale a pena, especialmente se forem adeptos da comida italiana para além das pizzas.

Resumo

Custo médio por pessoa: 20 euros por pessoa, mas a qualidade compensa
Comida: Deliciosa
Atendimento: Eficiente

Mapa