Em busca do bom, bonito e barato!

SuperCaliFragilistic ‎- Alfama

Mias um restaurante proveniente das sugestões, este com um nome esquisito provenientemente de um antigo musical da Disney. Situado na Rua dos Remédios n38 no castiço bairro de Alfama, e com página no Facebook onde podemos ver fotos, o menú e adicionar o restaurante ao nosso grupo de amigos.

Visto que está numa zona fechada ao trânsito, já se sabe que o carro tem de ficar cá para baixo junto ao rio, ali preferencialmente entre Santa Apolónia e o Museu do Fado, e depois é necessário caminhar uns 5 minutos para lá chegar.

O espaço que se define como uma “Tasca Atípica” tem uma decoração um pouco caótica, com mesas e cadeiras diferentes, zonas de iluminação e paredes com cores diferentes e elementos de decoração desconexos uns dos outros. O resultado final é diferente do normal, e não sendo espectacular tem um certo charme low budget que deixa os clientes à vontade  (pena o pó à vista aqui e ali…), e os tons à meia luz e a música convidam a ficar.

Como o espaço e a decoração o menú também é imaginativo e caótico. As entradas propostas são várias e muito boas, provámos o hummus, pasta de azeitonas e pão,  endivia com ricotta, bombons de farinheira (muito bons os bombons). Como se não fosse suficiente, ainde pedimos um salmão no espeto e milho de frito que nos acompanhou durante toda a refeição.

Para prato principal, o magret de pato, que acompanha também com milho frito e esparregado, que estava bom mas não estava espectacular. A nossa companhia de jantar avançou para um sashimi de salmão que tivemos oportunidade de provar, e que estava algo esquisito, o salmão dava ideia que era fumado e não super fresco como é fundamental nos crús. Tudo isto foi bem acompanhado por muita conversa e duas garrafas de vinho tinto.

Já com pouca barriga para as sobremesas, mesmo assim fizemos o sacrifício (NOT)  para efectuar um relato completo aqui no blog. Experimentámos (sim, é o termo correcto) 2 sobremesas diferentes de tudo o que normal.  A sopa de morangos que consiste numa taça de sopa com morangos envolvidos numa calda/molho de morango quente e uma bola de gelado cremoso no centro, vale a pena sem dúvida. E o Kashmir, uma sobremesa reservado aos mais destimidos, uma grande confusão de sabores, especiarias (inclusive picantes) num resultado final muito diferente, contudo agradável.

Nota para o preço, um tudo nada acima da média, com um custo médio a rondar os 25 euros por pessoa. Atenção, que se estiver a pensar ir lá, terá de ir com as notas no bolso, porque não aceitam dinheiro de plástico, o que nos dias que correm é um incómodo que não se justifica.

Em resumo, é uma opçao válida ali na zona de Alfama, faz parte de uma nova oferta na zona para além dos típicos restaurantes de fados para turistas. O forte na nossa opinião são as entradas e as sobremesas, mas quem procurar algo mais consistente também encontra no menú. Apreciámos o facto de se pode ficar até mais tarde,  terminar a refeição e o vinho tranquilamente e usufruir sem pressa.

Custo: 25 euros por pessoa. Não aceita multibanco.
Comida: entradas e sobremesas muito boas. Pratos principais razoáveis.
Atendimento:  simpático

Mapa



Deixar uma resposta